POLÍCIA ▸ FORAGIDO

Acusado de matar namorada por asfixia usava tornozeleira por bater em mulher

Maikon Junior da Silva Dantas, 30 anos, principal suspeito de ter assassinado Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, 21 anos, em Cuiabá, é detento do regime semiaberto e faz uso de tornozeleira eletrônica.

Ele foi preso em 2009 justamente pelo crime de violência doméstica. O corpo de Vanessa foi encontrado na manhã desta quarta-feira (31), na casa onde o casal morava, no bairro Três Barras. A vítima estava seminua e o corpo apresentava sinais de asfixia.

A delegada Alana Cardoso disse ao Reporter MTque buscas estão sendo feitas para tentar localizar o criminoso.

“Foi apurado que ela residia há um mês com ele. O foco agora é prender Maikon, que ainda está em situação de flagrante. Os familiares ainda não foram ouvidos em respeito ao luto”, afirmou a delegada.

Histórico de violência doméstica

Conforme apurado pela Polícia Civil, Maikon Junior, conhecido como Japão, tem quatro passagens criminais, sendo três por violência doméstica praticada com outras vítimas.

Além da lesão corporal de 2009, em que teve a pena progredida para o regime semiaberto, Maikon foi detido em 2011 respondeu procedimento na 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé, por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, Lei 10826/03.

A terceira incidência criminal tramitou pela Delegacia Especializada dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), no crime de lesão corporal e injúria contra uma menor de idade.

A quarta passagem também está inserida na violência doméstica, no crime de lesão corporal. A autuação ocorreu no dia 5 de outubro de 2017, em inquérito na Delegacia da Mulher de Cuiabá.

O assassinato

Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, de 21 anos, foi encontrada morta no quarto de uma casa no bairro Três Barras, em Cuiabá, na manhã desta terça-feira (31).

A vítima foi localizada pela mãe do suspeito, que acionou a Polícia. No local, equipe de plantão da DHPP, coordenada pela delegada Alana Cardoso, encontrou a jovem na cama, no quarto do casal. O corpo apresentava lesões no rosto, um corte de faca no supercílio e outro corte superficial no queixo. A vítima estava com a blusa levantada, seios amostra e só de calcinha.

Todos os Direitos reservados a Poconet Notícias.

Comentários