POLÍCIA ▸ VIOLÊNCIA

Bandidos quebram revólver na cabeça de policial militar após roubo em bar

Cinco pessoas ficaram feridas, sendo quatro atingidas por tiros, após bandidos tentarem roubar a arma de um policial militar em um bar. A confusão generalizada aconteceu na região central de Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá), na madrugada de domingo (4).

Dois criminosos foram presos e identificados como Lucas Morais dos Santos, 19 anos, e Maurício Santos Aguiar, 23 anos. Conforme o boletim de ocorrência, eles agrediram e tentaram roubar a arma de um policial militar.

Conforme a polícia, estavam no bar dois soldados da PM que marcaram de se encontrar com amigos para uma confraternização.

Segundo relato de um dos militares, ele foi atacado pelos criminosos quando o segundo policial foi ao banheiro. Ele foi imobilizado com uma ‘gravata’ por um criminoso, enquanto o outro pegou a sua arma da cintura.

Houve luta corporal e diversos disparos durante a briga. Os amigos do militar também entraram na briga, gerando uma confusão generalizada.

Consta no BO que 4 tiros foram disparados durante a briga. Ao acabar as munições da arma, o bandido passou a desferir 'coronhadas' na cabeça do militar, até o momento em que um pedaço da arma quebrou – causando um corte profundo na cabeça da vítima.

Os bandidos saíram de cima do policial após o segundo militar sair do banheiro e afugentar a dupla que agredia o parceiro.

A dupla tentou sair correndo do bar com a arma do policial quebrada, porém, foi  pega em flagrante por uma equipe da Força Tática, na porta do bar.

Ambos foram encaminhados para a delegacia, onde o caso foi registrado como tentativa de roubo seguido de morte.

Comentários