POLÍCIA ▸ FEMINICÍDIO

Necropsia confirma que jovem foi morta por esganadura na casa do namorado

A Diretoria Metropolitana de Medicina Legal (DMML) concluiu o exame de necropsia de Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, 21 anos, encontrada morta em uma residência do Bairro Três Barras, em Cuiabá, na manhã de quarta-feira (31). 

De acordo com o Diretor da DMML, João Marcos Rondon, a causa da morte foi asfixia mecânica por esganadura. Ele confirmou, ainda, que no corpo foram encontrados sinais de espancamento.

Após os procedimentos legais, o corpo foi liberado à família para o funeral, ainda na noite de quarta-feira. O laudo de necropsia será utilizado pela Polícia Judiciária Civil na continuidade das investigações, que até o momento, resultaram no apontamento de Maikon Junior da Silva Dantas, 30, como o principal suspeito da morte de Vanessa.

Ele era namorado da vítima e agora é procurado pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP). O casal estava morando junto há cerca de 1 mês.

Maycon tem quatro passagens policiais, sendo três por violência doméstica, com vítimas diferentes, mas nenhuma contra a jovem morta, conforme a Polícia Civil.

Comentários