ESPORTES ▸ ESPERANÇA

Técnico do PSG diz que Neymar tinha 10% de chance de enfrentar o Real Madrid

Neymar será operado no próximo fim de semana em função da fissura no quinto metatarso do pé direito. Segundo o Paris Saint-Germain, a decisão foi tomada em conjunto pelo jogador, sua família e os departamos médicos do clube francês e da Seleção. Mas o técnico Unai Emery ainda parece lamentar essa decisão. Nesta quarta, após a vitória sobre o Olympique de Marselha pela Copa da França, o treinador do PSG disse que o craque tinha 10% de chance de enfrentar o Real Madrid.

 No domingo parecia apenas uma entorse no tornozelo. Depois dos exames, com os médicos do clube e do Brasil, descobrimos a fissura. É outra coisa e decidimos pela operação. É uma decisão difícil, porque ele tinha 10% de chance de jogar pelo que conversei com os médicos na terça-feira - frisou o treinador.

A partida contra o Real pelas oitavas de final da Liga dos Campeões será disputada na próxima terça. Neymar será operado dias antes, no fim de semana. Em meio às declarações, Emery lembrou ainda que o português Gonçalo Guedes jogou com fissura no metatarso em novembro de 2017, no Valencia, onde atua emprestado pelo PSG.

Na ocasião, o jogador foi a campo a base de infiltrações contra o Barcelona. Havia duas diferenças, porém: Guedes não torceu o tornozelo ao se lesionar. E voltou a jogar apenas 20 dias após a operação. Aparentemente um caso bem mais leve do que o de Neymar, que ficará entre seis e oito semanas parado.

- Guedes, por exemplo, jogou com essa lesão no Valencia antes de operar. Vamos sentir falta do Neymar, mas a equipe está preparada. É um jogador muito importante para nós, mas os outros atletas vão dar o máximo para que quando ele se recupere possa jogar mais partidas nessa Liga dos Campeões - encerrou Neymar.

Comentários