CIDADES

RESIDENCIAL

21/12/2017 às 21:08:20 Enviar Imprimir
Obras retomadas de residencial na cidade de Poconé ganham ritmo acelerado
Após cinco anos de espera, quase 500 moradores do município de Poconé (distante 100 km de Cuiabá) passarão a ter sua casa própria. A construção dos residenciais populares Guatós I e II, retomada este mês, está em ritmo acelerado e a primeira etapa do empreendimento tem previsão de entrega para o final de janeiro, mês de aniversário da cidade. O secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, conferiu de perto na manhã desta quinta-feira (21.12) o andamento das obras acompanhado do prefeito Atail Marques do Amaral, Tata Amaral, e de representantes da empresa Lumen Construtora, responsável pelas edificações dos imóveis.

Os residenciais, juntos, são compostos de 200 unidades habitacionais, sendo que 120 delas serão entregues no fim de janeiro. O restante tem previsão para o mês de março. As moradias populares em Poconé integram o programa nacional Minha Casa, Minha Vida e contam com investimentos de R$ 13,03 milhões, incluindo recursos federais e estaduais. “Estão retomados os residenciais Guatós. Nosso trabalho agora é para entregar a primeira etapa no dia 21 de janeiro, aniversário da Cidade, e tirar 120 famílias do aluguel. Este é um conjunto que começou a ser construído em 2013 e estava abandonado desde 2015. Foi retomado e não para mais”, enfatizou o secretário Wilson Santos, acrescentando que a conclusão é uma determinação do governador Pedro Taques.

O prefeito Tata Amaral destacou que a retorno da obra foi possível graças o restabelecimento da parceria entre o governo do Estado, por meio da Secid, a prefeitura municipal e a Caixa Econômica Federal (CEF), instituição financiadora dos imóveis. “Essa parceria possibilitou estarmos aqui hoje com a obra reativada e marcando data de entrega no aniversário de Poconé. Será um grande presente que a sociedade poconeana estará recebendo”, pontuou o chefe do executivo municipal.

Obra

Atualmente, a obra está com 80% dos trabalhos executados, restando apenas serviços de acabamento, iluminação pública, interligação a rede de água e energia elétrica. “As casas estão praticamente prontas. As janelas já receberam a esquadria e o vidro. Agora, faremos a limpeza e vamos interligar com água e energia”, explicou a engenheira Telma Rezende.

As 200 novas casas têm 45 mil metros quadrados, divididos em dois quartos, sala/cozinha, banheiro e área de serviço adaptada para pessoas com deficiência. O terreno tem pouco mais de 200 m².

Segundo a primeira-dama do município, Joelma Gomes da Silva as famílias já foram selecionadas pela prefeitura e a listagem enviada à Caixa Econômica para aprovação. “Estamos apenas esperando receber o aval da Caixa para ter início os trâmites que culminarão na entrega das casas”, afirmou ela.

O residencial Guatós faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida – Faixa I, do Governo Federal, que contempla famílias com renda de até R$ 1.800 por mês. Em média, os moradores irão pagar parcelas de R$ 80 mensais. Porém, as parcelas podem variar de R$ 25 a R$ 120. “São apenas 120 parcelas para quitação em 10 anos. Aí a casa já é do morador”, revelou o secretário Wilson Santos.

Conforme a Superintendência de Habitação da Secid, o Governo de Mato Grosso, em parceria com o Governo Federal e municípios, retomou em 2017 a construção de 5.620 unidades habitacionais, distribuídas em seis municípios do estado. O total de investimento federal e estadual nesse conjunto de moradias é de R$ 262,16 milhões.
  • GALERIA DE FOTOS


COMENTÁRIOS