POLÍTICA

GLOBO

03/01/2018 às 18:13:55 Enviar Imprimir
Um homem usar batom e calcinha é falta de vergonha na cara, diz deputado de MT

O deputado federal Victório Galli (PSC), exercendo o seu último ano de mandato e próximo a disputar a reeleição, avaliou os quatro anos como um "período aprendizagem". O parlamentar garantiu que seu compromisso no Congresso Nacional foi atuar em defesa da família.

“O que eu fiz e continuo fazendo em relação ao meu mandato, foi aquilo que eu prometi em campanha. Primeiramente ergui minha bandeira em defesa da família, isso vou continuar defendendo. Essa é nossa missão, sempre focando na questão da Educação, da Saúde e Segurança”, citou o deputado, nesta quarta-feira (03.01), durante entrevista à Rádio capital FM.

O deputado voltou a criticar a exposição da homossexualidade na Disney e na rede Globo. Segundo Galli, as novelas viraram um “cacareco danado”.

“Foi uma denúncia que eu queria fazer contra a Disneylândia, e que de fato ele continuo fazendo, pois ela continua ensinando a apologia ao homossessualismo. Aliás não só ela, como a Globo também, parece que gostou das críticas, agora as novelas viraram um “cacareco danado. É gay para um canto, e gay saindo do armário, é gente pulando, está uma bagunça. Na realidade eles estão criando um exército para destruir família”, disse.

O deputado apontou que um homem usar batom ou vestir calcinha é falta de vergonha na cara: “Para mim um homem pintar a boca de batom, isso é sem vergonhice. Um homem vestir calcinha de mulher e tirar foto, vai tomar banho na soda. Isso é falta de vergonha na cara, falta de informação. Esse cara não teve formação de família”, argumentou.

Galli finalizou dizendo que como cristão o seu compromisso é amar todas as pessoas. Mas ressaltou que a pessoa deve procurar a igreja com arrependimento. Caso contrário, deverá fazer uma igreja para si.



COMENTÁRIOS