ESPORTES ▸ BRASILEIRÃO

Andrey se revolta com goleada sofrida pelo Vasco: Para esquecer. Tem que sangrar

O volante Andrey, um dos poucos que se salvaram na goleada por 4 a 1 para o Ceará, nesta segunda-feira, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, não poupou palavras fortes para exprimir sua revolta com o resultado.

- Jogo para esquecer, acho que a gente tem que tomar vergonha na cara. Não pode estar passando isso que a gente está passando, o Vasco é muito grande. Perder de 4 a 1 em casa tem que doer na gente, tem que sangrar. A palavra é essa: sangrar. Quem veste a camisa tem que dar a alma, correr e dar o coração. Temos que botar a cabeça no travesseiro, pensar no que está fazendo de errado porque saber que não está certo perder de 4 a 1 dentro de casa.
- Tem que assumir as responsabilidade, colocar a cara à tapa. Agora é esquecer o que a gente fez aqui hoje porque foi um resultado pífio. Agora é pensar na Sul-Americana, temos uma decisão na quinta-feira (contra o Defensa y Justicia). E temos pouco tempo para recuperar e trabalhar.. É dormir hoje sofrendo por essa derrota feia em casa e melhorar na quinta-feira porque o futebol nos dá essa oportunidade de melhorar dois dias depois.

Ainda no intervalo do jogo, Leandro Castan não escondeu o quanto estava envergonhado com a atuação do Vasco, que, àquela altura, já era péssima.

- Nossa equipe não está bem, acho que agora é o momento de cada um olhar para si. Eu, como capitão do time, digo que esse foi um dos piores primeiros tempos que tive aqui dentro. Então é assumir a responsabilidade sem querer acusar quem está errado e quem não está. É cada um olhar para si e tentar melhorar para o segundo tempo.

Comentários