CIDADES ▸ PONTES

Governo vai substituir pontes de madeira da Transpantaneira por travessias de concreto

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) vai substituir 12 pontes de madeira da Rodovia Transpantaneira (MT-060) por pontes de concreto. Os projetos estão em fase de elaboração pela equipe técnica da secretaria para que sejam executados após contratação emergencial.

A reconstrução alcançará 10 pontes que foram queimadas nos incêndios que atingiram a região do Pantanal e outras duas com estrutura bastante prejudicada.

“Essas pontes de madeira que foram queimadas e outras que estão com sérios problemas estruturais serão substituídas por pontes de concreto pré-moldado, restituindo a trafegabilidade dessa rodovia. Como após o período da estiagem teremos o período das chuvas, a execução dessas pontes já estará bem adiantada”, esclareceu o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

Ele explicou que assim que foram registrados os primeiros grandes focos de incêndios florestais na região, a equipe da Secretaria percorreu toda a extensão da rodovia, que corta o Pantanal e leva ao Parque Encontro das Águas, em Poconé (103 km de Cuiabá), e fez a vistoria de todas as 120 pontes construídas na rodovia, das quais 83 são feitas de madeira.

Em cada uma das pontes de madeira que apresentavam vegetação seca e que poderiam servir de combustível para as chamas, foram feitos os serviços de aceiros – a retirada de toda a vegetação seca do solo ao redor, que impede a passagem do fogo pela área de vegetação que margeia as pontes e, por consequência, protege as estruturas de madeira e evita a propagação dos incêndios para outros locais.

“Os serviços de aceiros foram iniciados tão logo a Sinfra foi notificada da propagação do fogo no Pantanal. Como existem várias pontes de madeira, não houve tempo hábil para realizar a limpeza da vegetação seca de todas as pontes ao mesmo tempo”, disse o secretário.

A força-tarefa de diversos órgãos que atua no combate aos incêndios florestais pela Operação Pantanal II também está atuando para proteção das pontes, com um trator especializado para retirar vegetação das proximidades das pontes, além de maquinários disponibilizados por fazendeiros da região como caminhões pipas e tratores.

Comentários