NACIONAL ▸ DOENTE

Homem envia buquê com bomba para ex-namorada em cidade de São Paulo

O homem suspeito de enviar um buquê de flores com um pacote de explosivos para a ex-namorada foi preso nesta terça-feira (2) em Francisco Morato, na Grande São Paulo. O caso aconteceu no dia 5 de janeiro, quando a operadora de telemarketing Edileuza Ramalho, de 49 anos, abriu a encomenda em sua casa no bairro Jardim Virginia.

Além de destruir parte da casa, os estilhaços da bomba também atingiram Edileuza, que ficou internada por dez dias na Santa Casa de Misericórdia de Francisco Morato. De acordo com a polícia, o suspeito Eduardo Lazarim, que é ex-namorado da vítima, prestará depoimento na manhã da próxima quinta-feira (4).

Edileuza Ramalho recebeu a bomba embrulhada como presente, junto com um buquê de flores no dia 2 de janeiro. Como a vítima estava viajando no momento da entrega, o pacote ficou sobre uma mesa e só foi aberto no dia 5 de janeiro.

Com o impacto da explosão, o telhado do imóvel e a porta do banheiro ficaram destruídos. Jhonathan Cardoso dos Santos, filho de Edileuza, diz que foi jogado a um metro de distância com a força da explosão. A mulher foi internada, na Santa Casa de Misericórdia de Francisco Morato, e permaneceu dez dias no hospital.

O filho da vítima contou que a mãe, na ocasião, já suspeitou que a bomba teria sido entregue pelo ex-namorado. Ela terminou o relacionamento em dezembro ao descobrir que ele era casado e, segundo o filho, o homem não aceitou o rompimento. O caso foi registrado na Delegacia Central de Francisco Morato.

Comentários