POLÍCIA ▸ INVESTIGAÇÃO

Major da Policia Militar é acusado de espancar e estuprar ex-namorada em Brasilia

O major da Polícia Militar Thiago Vinicius Pinheiro da Silva, que atualmente atua como subsecretário da Casa Civil do Distrito Federal é acusado por uma ex-namorada, pelos crimes de estupro e violência doméstica em uma denúncia realizada no sábado (09), na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), em Brasília.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima explica que viveu um relacionamento conturbado de dois anos com Thiago, entre idas e vindas, e desta vez estão separados desde a quarta-feira (06).

A vítima explica, ainda, que o major sempre apresentou um perfil agressivo, principalmente quando contrariado. Com o passar do relacionamento, as agressões físicas e psicológicas foram aumentando, inclusive durante as relações sexuais, quando sempre era agredida de alguma forma e que foram ficando cada vez mais violentas, ao ponto de ser enforcada nessas situações.

A última agressão sofrida foi no dia do término, quando o militar a convidou para sair, na noite de terça-feira (05), e a vítima negou. No entanto, foi obrigada a aceitar o convite. Ele a teria levado em um bar e na volta para casa cometeu o estupro.

Durante a denúncia, a ex-namorada classifica o acusado como “extremamente ciumento, possessivo, manipulador e violento”.

Após a acusação, a mulher conseguiu medidas protetivas contra Thiago, que segundo ela, não aceita o fim do relacionamento e a persegue.

Em nota, a Polícia Militar (PM) de Mato Grosso por meio da Corregedoria “informa que até a manhã desta quarta-feira (13.11), não foi informada oficialmente pelo ocorrido. Destaca ainda que por se tratar de violência doméstica será realizada uma sindicância investigatória com a chegada dos documentos. Caso haja demora na chegada da denúncia, pode-se instaurar sindicância com base na divulgação dos meios de comunicação”.

Em sua defesa, o subsecretário da Casa Civil do Distrito Federal, enviou uma nota de esclarecimento, onde afirma que as acusações são mentirosas e caluniosas e que procurou a delegacia para prestar esclarecimentos, de acordo com a sua versão dos fatos, espontaneamente.

Thiago ainda fez uma comparação entre o seu caso, com as acusações de estupro e violência que a modelo Najila Trindade diz ter sofrido do jogador Neymar. 

Veja nota na íntegra

“Esclarecimento!

Estarrecido e indignado com o total disparate da mentirosa denúncia de violência doméstica feita por uma ex-namorada contra mim, esclareço que procurei espontaneamente a delegacia e já estou tomando todas as medidas legais cabíveis referentes a essa acusação caluniosa. Recentemente acompanhamos o caso de acusação semelhante contra o jogador Neymar. Não vou expor na mídia as mensagens, fotos e vídeos a mim enviados por quem hoje me acusa injustamente, mas entregarei às autoridades competentes, a quem me coloquei à disposição, para que a verdade venha à tona o mais rápido possível. Tenho a consciência tranquila e a confiança nas instituições.

Thiago Vinicius Pinheiro da Silva”.

Comentários