ESPORTES ▸ ESTADUAL

Morato revela como teve ideia de homenagear Edmundo em vitória do Vasco sobre o Flamengo

Nascido em Francisco Morato, munícipio da Grande São Paulo, o autor do terceiro gol na vitória do Vasco por 3 a 1 sobre o Flamengo não era tão familiar à história do Clássico dos Milhões. Tão logo que chegou a São Januário, Andrew Erik Feitosa, que leva o nome de sua cidade no apelido, resolveu estudar e se encantou com a comemoração de Edmundo na goleada por 4 a 1 sobre o arquirrival em 1997, na fase semifinal do Brasileiro.

Esta semana, ainda na concentração, antes de enfrentar o Flamengo, Morato avisou a um amigo rubro-negro que comemoraria "à la Animal" se fizesse gol. Dito e feito. O camisa 10 do Vasco contou essa e outras histórias no podcast #GE Vasco 113.

- Na concentração, eu estava brincando com um amigo em chamada de vídeo. Eu falei: "Se fizer o gol, vou sair assim" (e repete a comemoração durante a entrevista). No instinto animal, para reverenciar o ídolo. Meu amigo disse: "Não faz isso, você vai perder o amigo" (risos). É flamenguista doente, mas é amigo. Tenho certeza de que ele vibrou. Na mensagem depois do jogo ele falou que nunca pensou que vibraria com um gol do Vasco contra o Flamengo.

Morato lembra como a comemoração de Edmundo o marcou, mas deixou claro que não quis provocar os flamenguistas ou os jogadores rivais. Já havia pensado na forma de celebrar um eventual gol no clássico, mas conta que só fez a dança por ter marcado num momento decisivo do clássico.

Comentários