CIDADES ▸ OPERAÇÃO

Moro autoriza uso da Força Nacional na fronteira de Mato Grosso e Bolivia

O ministro da Justiça Sérgio Moro autorizou nesta terça-feira (03) o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio à Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública no combate à criminalidade organizada na região de fronteira de Mato Grosso.

A medida atende um pedido formulado ainda no mês de junho pelo senador Wellington Fagundes (PL), durante reunião do Bloco Parlamentar Vanguarda.

De acordo com a portaria publicada na edição do Diário Oficial da União, também será implementado o Programa VIGIA,  em caráter episódico e planejado, pelo prazo de 180 dias.

O programa é uma parceria entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ministério da Defesa visa a capacitação para policiais federais, civis e militares que atuam nas fronteiras do país.

Entre as linhas de atuação do programa estão operações integradas; aquisição de equipamentos; capacitações e bases operacionais com integração de sistemas.

“O objetivo é aumentar a fiscalização e a repressão contra os crimes transfronteiriços, como contrabando, tráfico de drogas, armas e munições, que é o que mais estamos precisando neste momento”, disse o senador.

Em Mato Grosso, são mais de 720 quilômetros de divisa seca e mais de 200 quilômetros de divisa por água. “Ou seja, 900 quilômetros de divisa, extremamente vulnerável”, disse o senador.

“Estamos buscando paz e segurança não apenas para a população das cidades de Mato Grosso, mas, sobretudo, atacando de maneira direta a bandidagem que teima em tomar conta do Brasil, através do tráfico de drogas e de armas e munição”, continuou.

Comentários