CIDADES ▸ LUTO

Morre piloto de helicóptero que caiu no pantanal na região de Poconé em Mato Grosso

Morreu, na madrugada desta terça-feira (27), o comandante Renato de Oliveira Souza, que pilotava o helicóptero da Força Nacional que caiu durante uma missão de combate a incêndios no Pantanal, em Mato Grosso. Renato era agente da Polícia Civil do Distrito Federal.

O acidente aconteceu no dia 8 de outubro, em Poconé, a 104 quilômetros de Cuiabá. Ele havia recebido alta médica na quarta-feira (21).

O comandante Renato foi transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea para a cidade do Rio de Janeiro, onde continuaria o tratamento. O helicóptero, que auxiliava nos trabalhos da Operação Pantanal II, havia saído de Corumbá (MS) e estava na região de Poconé quando caiu, no dia 8 de outubro.

Também estavam na aeronave o copiloto Luiz Fernando Berberick, da Polícia Civil do Rio de Janeiro (RJ), e o 2° sargento PM Emerson Miranda Martins, da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, lamentou o falecimento e ressaltou o trabalho desempenhado pelo piloto em vida. “O Renato dedicou boa parte de sua vida na defesa da vida, e não foi diferente nesta última missão. Externamos nosso máximo respeito e admiração e nossos sentimentos aos familiares e amigos”

Comentários