POLÍCIA ▸ EXECUÇÃO

Músico de lambadão é morto com tiro na cabeça em Nossa Senhora do Livramento

O ex-integrante da banda de lambadão Unisom Odimar Santana da Silva, 32 anos, conhecido como "Didi", que estava trabalhando atualmente como cabeleireiro, foi executado com tiro na cabeça, no início da noite do último sábado (10), em sua barbearia na comunidade do Faval, em Nossa Senhora do Livramento (42 km da Capital).

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar socorro à vítima, mas quando os paramédicos chegaram apenas constataram a morte do rapaz.

A Polícia Militar (PM) isolou o local e comunicou o fato à Delegacia de Polícia Civil e à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

De acordo com as primeiras informações, Didi estava cortando o cabelo de um cliente quando, por volta das 19h, o assassino chegou no estabelecimento em um carro, desceu e atirou contra o rapaz, que foi atingido na parte de trás da cabeça.

Após o atentado, o assassino correu de volta para o carro e fugiu.

Ainda não há informações sobre as causas do assassinato.

Os militares ainda saíram em rondas pela região, mas não conseguiram encontrar ou identificar o assassino no final de semana.

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado e ainda periciaram o local para coletar evidências que determinem as circunstâncias dos fatos.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que vai determinar a causa clínica da morte.

Os investigadores acompanharam o trabalho da perícia, conversou com testemunhas e deram inicia à apuração dos fatos.

O caso segue em investigação.

Comentários