CIDADES ▸ PERIGO

Peão é atacado por onça pintada enquanto cavalgava na região do Pantanal em MT

Um homem de 58 anos, identificado como Luciano da Silva Braga, sofreu um ataque de uma onça-pintada enquanto cavalgava em uma fazenda na região do Pantanal, entre Poconé e Cáceres (a 100 e 220 km de Cuiabá, respectivamente), nessa quarta-feira (13).

A vítima estava com outros dois colegas de trabalho quando o ataque aconteceu. Todos estavam montados em cavalos.

Eles encontraram três onças juntas e uma delas atacou Luciano, primeiramente pelas costas. Os outros peões salvaram o colega, espantando as onças.

A princípio, Luciano foi levado pelo patrão para o Hospital Regional de Cáceres, onde recebeu os primeiros-socorros e foi transferido para o Pronto-Socorro de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Conforme informações da assessoria da Prefeitura de Várzea Grande, todos os procedimentos que poderiam ser feitos no Pronto-Socorro da cidade foram realizados. Agora, o peão será transferido para o Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, onde passará por cirurgias plásticas para a reconstrução do rosto.

Luciano, segundo a assessoria, sofreu perfurações graves próximo aos olhos e na nuca. O quadro dele, atualmente, é estável, mas esse tipo de mordida oferece riscos de infecção e, por isso, além de passar por cirurgias reparadoras, ele deverá ficar sob observação e somente após 72 horas os danos sofridos poderão ser realmente identificados.

Ao G1 MT, o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz (PSDB), disse que é a primeira vez que uma onça-pintada ataca um peão montado a cavalo na cidade.

“Não temos registro de um ataque desse tipo contra um peão que estava montado a cavalo. Cáceres é conhecida pela sua biodiversidade e polo de observação de onças no Pantanal”, disse o prefeito.

Comentários