CIDADES ▸ VACINA

Profissionais da Saúde e idosos serão os primeiros imunizados em Livramento

De acordo com a coordenadora, a Secretaria de Saúde de Nossa Senhora do Livramento já está com o Plano Municipal de vacinação elaborado para dar inicio na imunização contra a Covid talvez ainda na quarta-feira (20), caso a vacina seja mesmo entregue ao município a partir de hoje.

Ontem (17), a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação de duas vacinas emergencial no Brasil: a CoronaVac, da Sinovac e do Instituto Butantan, e a da Oxford-AstraZeneca, produzida pela Fiocruz.

Os dois grupos prioritários serão assim atendidos: Os da sede municipal receberão a vacina na Unidade de Saúde da Família Rural Sul/Norte - situada em frente o campo de futebol. Os da zona rural terão atenção por meio de postos volantes. Juntos somam cerca de 550 pessoas.

Depois, na segunda fase, serão destinadas vacinas às pessoas com idades entre 70 a 74; 65 a 69; 60 e 64.

Na terceira fase de imunização estão incluídas portadores de diabetes mellitus; hipertensão; doença Pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares; e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer e obesidade grave.

Por fim, na 4ª fase engloba serão vacinadas pessoas com nível básico ao superior. Forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.

“Já preparamos a câmara fria para armazenar as vacinas e iremos estender o horário de atendimento que normalmente é das 07h00 às 15h00”, disse Stéfanne que ainda completou: “As vacinas serão exclusivas para a população de Livramento.”

O plano estadual diz qu assim que a vacina chegar a Mato Grosso será distribuído para as regiões. O transporte será feito via terrestre e aérea para locais mais distantes e de difícil acesso no Estado. Mas, o Plano Nacional prevê que as vacinas sejam aplicadas já no dia 20 de janeiro.

Seguindo o cronograma de Mato Grosso, assim que vacina chegar no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, será encaminhada para o setor de conferência, armazenamento e preparação das remessas na Central Estadual da Rede de Frio.

Depois de conferidas e preparadas, os lotes são levados para as centrais regionais. Cada município irá providenciar transporte para buscar as vacinas nas centrais regionais.

Vale ressaltar que a distribuição ocorrerá conforme a chegada das remessas ao estado. O transporte terrestre será feito com escolta da Polícia Militar e a escolta armada nas centrais regionais já foram providenciadas.

Comentários