ESPORTES ▸ ESTADUAL

Técnico do Poconé diz que acendeu o sinal de alerta após derrotas seguidas

Após três rodadas, o Poconé Esporte Clube, recém promovido a primeira divisão do Campeonato Mato-grossense, segue sem somar pontos na competição. Até agora foram três derrotas, cinco gols sofridos e apenas um marcado, resultados que deixam a equipe na penúltima colocação do certame.

O último revés do time foi na quarta, diante do Sinop, no estádio Gigante do Norte – 1 a 0 para o Galo. Em entrevista após a partida, o treinador do Poconé, Hugo Alcântara, disse que o resultado deixa o clube com o “sinal de alerta ligado”. “Com certeza três derrotas, nenhuma vitória e não ter somado pontos, preocupam. Tem que conversar, ver o que precisa mudar, porque quando o time não pontua, algo tem que ser feito”, apontou.

Apesar do resultado negativo, ele avaliou o jogo como “equilibrado”. “No primeiro tempo estávamos com três zagueiros bem postados e já entrando na partida para criar oportunidades. Até conseguimos criar, colocamos uma bola na trave”. “Depois saiu a expulsão de um defensor e o time ficou meio prejudicado, porque treinamos muito essa tática com os zagueiros”, destacou.

Ainda de acordo com Hugo “no segundo tempo foi um jogo muito truncado. O Sinop estava jogando em casa, e é normal ter mais domínio de bola, mas não existiram chances claras de gol para nenhum dos lados”. “Foi uma pena levarmos esse gol no final, porque um ponto seria ideal e nos daria mais tranquilidade”, analisou.

Agora, o Poconé se prepara para receber o Dom Bosco, no próximo domingo, às 15h. Na ocasião, o time vai em busca de redenção e poderá contar com o apoio de sua torcida, já que jogará em casa no estádio Neco Falcão.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)

Comentários