CIDADES ▸ QUEIMADAS

Três cidades de Mato Grosso têm emergência homologadas e devem receber recursos

Três municípios de Mato Grosso estão habilitados a receber recursos estaduais após terem decretado situação de emergência devidos as queimadas. São eles Chapada dos Guimarães, Novo São Joaquim e Canabrava do Norte.

Segundo o secretário da Defesa Civil Estadual, coronel César Viana, outras oito cidades já solicitaram a homologação do decreto de situação de emergência, que depende de um parecer emitido pela Defesa Civil: Porto Alegre do Norte, Paranatinga, Juscimeira, Rondonópolis, Nova Olímpia, Rosário Oeste, Aripuanã e União do Sul.

O secretário explicou que os prefeitos têm autonomia para decretar situação de emergência por meio de decreto municipal, mas nesses casos não estão aptos a receber ajuda financeira do estado e da União.

Entre os municípios que têm sofrido com as queimadas, um dos que mais foram atingidos foi Chapada dos Guimarães.

A queimada que atingia o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães havia cerca de três semanas foi controlada pelos brigadistas, segundo informou o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na segunda-feira (16).

As origens do incêndio no parque estão sendo apurados por especialistas americanos, que desembarcaram em Chapada dos Guimarães, no sábado (14). Na manhã de domingo (15), de acordo com o ICMBio, houve uma reunião para o planejamento dos trabalhos.

A apuração das causas está sendo realizada pelo ICMBio, pelos especialistas do Serviço Florestal americano e pela Polícia Federal e corre em caráter sigiloso.

A Prefeitura de Chapada dos Guimarães decretou situação de emergência por causa das queimadas e alegou prejuízo de R$ 23 milhões com despesas não previstas no orçamento e, por isso, teria estourado a capacidade operativa e financeira do município.

Os incêndios florestais já afetaram cerca de 10 mil moradores.

O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, que fica no município de Chapada dos Guimarães, teve os atrativos turísticos fechados desde o dia 9 deste mês, como medida de segurança.

Comentários