POLÍTICA ▸ ABSURDO

Vereador que comprou picanha com dinheiro público processa poconet

Nesta ultima semana fomos surpreendidos com uma ação judicial movido pelo vereador Ademir Zulli (PTB). O político iniciou o processo contra o site Poconet Noticias por calunia e difamação.

A ação se relaciona à polêmica da compra de picanha pelo vereador com dinheiro público, época em que era presidente da câmara municipal de Poconé, onde o mesmo promoveu um churrasco de confraternização para os funcionários e vereadores.

Em dezembro de 2017, O vereador Ademir Zulli quando era presidente do poder legislativo deu uma demonstração de como se promove farra com dinheiro público. Com verba do duodécimo do legislativo, patrocinou uma festa de confraternização com direito a churrasco para Funcionários e Vereadores.

O evento aconteceu no dia 23 de dezembro de 2017 e foi batizado de confraternização.  A festinha ocorreu em uma chácara na zona rural do município de Poconé.

De acordo com informações do próprio portal transparência da Câmara Municipal de Poconé, a farra custou cerca de R$ 2.054,27.  Desse total, constam R$ 1.554,27 no churrasco onde constam os itens: Picanha/Coxão Mole/Alcatra, Linguiça, Frango, Arroz, Alho, Sal Grosso, Tempero Completo, Ovo de Codorna, Doce de Leite, Mussarela, Fardos de Refrigerantes e vários outros itens.

Além dessas despesas com comida e bebida, ainda foi pago cerca de R$ 550,00 para os serviços prestados pelo Churrasqueiro na confraternização. Todos esses gastos foram efetuados na modalidade Compra Direta.

Na ação o vereador pede de R$ 20.000,00, a título de indenização por danos morais, informando que o site agiu com extrema má-fé caluniando e difamando o vereador publicamente nas redes sociais e em outros meios de comunicação.

Obs: A devolução de recursos por parte do Vereador só ocorreu após matéria do Site Poconet na data dos fatos, isso não oculta o crime de peculato e improbidade administrativa cometida pelo parlamentar, apesar de na época, o Ministério Público ter realizado um TAC para devolução de recursos, estaremos aqui pra cobrar da Justiça uma ação criminal devido a gravidade dos fatos ocorrido.

Comentários